Blog da célula – Foi por Amor – Grupo de comunhão.

Arquivo para a categoria ‘Nosso Pão Diário /- Devocional’

Lar doce lar

Lar doce lar  …nossa casa não é aqui!  —Filipenses 3:20
 “A nossa cidadania, porém, está nos céus, de onde esperamos ansiosamente um Salvador, o Senhor Jesus Cristo.”


Leitura: Hebreus 11:8-16
Pela fé, Abraão — e também a própria Sara, apesar de estéril e avançada em idade — recebeu poder para gerar um filho, porque considerou fiel aquele que lhe havia feito a promessa.
Assim, daquele homem já sem vitalidade originaram-se descendentes tão numerosos como as estrelas do céu e tão incontáveis como a areia da praia do mar.
Todos estes ainda viveram pela fé, e morreram sem receber o que tinha sido prometido; viram-nas de longe e de longe as saudaram, reconhecendo que eram estrangeiros e peregrinos na terra.
Os que assim falam mostram que estão buscando uma pátria.
Se estivessem pensando naquela de onde saíram, teriam oportunidade de voltar.
Em vez disso, esperavam eles uma pátria melhor, isto é, a pátria celestial. Por essa razão Deus não se envergonha de ser chamado o Deus deles, pois preparou-lhes uma cidade.
Hebreus 11:11-16
Quem não gosta de uma boa viagem? Quem não gosta de ir para um local, ficar lá por dias ou meses passeando ?
Me recordo na minha viagem dos sonhos que fiz com minha família em 2014, foi lindo, tudo maravilhoso da maneira que nós planejamos, aliás foi melhor que o planejado, Deus cuidou de tudo, mas nos últimos dias estávamos já ansiosos para voltar pra casa lembro que estava bom, mas nada melhor que nossa cama, nossa casa, nosso lar, meus filhos se queixaram quando falamos que íamos voltar mas lembro do meu filho dizer : “oba vamos pra casa” . Eu poderia ficar mais uma semana sem problemas Resort srsrsrs  … mas nossos filhos já estavam cansados da rotina de comer, dormir, brincar, praia, … incrível que eu também fiquei ansioso em voltar para casa!

Como cristãos, nossa verdadeira casa é o céu (Filipenses 3:20). Mesmo assim, às vezes, nossos desejos nos amarram ao aqui e agora. Desfrutamos os bons presentes de Deus —Aliás Tempo bom existe sim”  … casamento, filhos, netos, viagens, carreiras, amigos.
Ao mesmo tempo, a Bíblia nos desafia a focarmos “…nas coisas lá do alto…” (Colossenses 3:1-2). As coisas lá do alto podem incluir os benefícios invisíveis do céu: presença permanente de Deus (Apocalipse 22:3-5), repouso eterno (Hebreus 4:9) e herança incorruptível (1 Pedro 1:4).

Recentemente, li: “Os cristãos desejam a herança celestial; e, quanto maior é a fé, mais fervoroso [é o desejo].” Vários fiéis do Antigo Testamento mencionados em Hebreus 11 tinham grande fé em Deus, que os capacitou a aceitar Suas promessas antes de recebê-las (v.13). Uma dessas promessas era o céu. Se depositarmos a nossa fé em Deus, Ele nos fará desejar aquela “pátria celestial” (v.16) e nos fará ter desapego por este mundo.
Tudo nos faz apegar mais e mais, e já me ví muitas centenas de vezes focado totalmente nas coisas dessa terra! Deus tem nos chamado a clamar pela volta de Jesus e mesmo que esteja tudo bem ou não o mais certo é dizer “Volta Jesus” queremos ir para o nosso lar.
Para o cristão, a palavra céu se escreve L-A-R.

Célula-2015-

Caixas Pretas


—1 Coríntios 10:11

Leitura: 1 Coríntios 10:1-11
A Bíblia em um ano: Deuteronômio 23-25;Marcos 14:1-26

As aeronaves comerciais são equipadas com duas caixas que registram os dados de voo; as caixas-pretas. Uma delas registra o desempenho e a condição da aeronave em voo; a outra registra a conversação da tripulação com os controladores de tráfego aéreo em solo. Estas caixas são feitas para suportar temperaturas extremas e são equipadas com sinalizadores subaquáticos que emitem sons para a superfície. Após a queda de uma aeronave, estas caixas são resgatadas e seus dados são cuidadosamente analisados para determinar a causa da queda. Os especialistas em segurança de voo desejam aprender com os erros do passado, dentre outras coisas, para que não se repitam.

Como cristãos, nós também devemos buscar os erros do passado e aprender com eles. Paulo, por exemplo, aludiu a alguns dos erros cometidos pelos israelitas em sua jornada do Egito a Canaã. Ele escreveu que, por Deus não ter se agradado deles, muitos morreram no deserto (1 Coríntios 10:5). Continuando, Paulo explicou que “Estas coisas lhes sobrevieram como exemplos e foram escritas para advertência nossa, de nós outros sobre quem os fins dos séculos têm chegado” (v.11).

A Palavra inspirada por Deus é escrita para nos instruir para a vida (2 Timóteo 3:16-17). Agradecemos ao Senhor pela orientação da Sua Palavra.

— C. P. Hia

 

As advertências de Deus são para nos proteger, não para nos punir.

O socorro

Leitura: Salmo 46
Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente nas tribulações. —Salmo 46:1
Um certo homem caçava com amigos perto de Balmoral, propriedade rural da rainha da Inglaterra.
Na caminhada, ele torceu o tornozelo tão severamente que não conseguia continuar. Então disse a seus amigos que continuassem e ele esperaria à beira da estrada.

Enquanto estava lá sentado, um carro que descia a estrada reduziu a velocidade e parou. A mulher que dirigia abaixou o vidro e perguntou se ele estava bem. Ele explicou que estava esperando seus amigos retornarem. Ela disse: “Entre no carro; eu levo você até onde está hospedado.” Ele mancou até o carro e ao abrir a porta percebeu que a mulher era a Rainha Elizabeth!

Por mais que receber socorro da rainha da Inglaterra seja algo surpreendente, nós temos uma oferta de socorro que é ainda maior. O Deus Criador do universo desceu ao nosso mundo, vê a nossa dificuldade e oferece Seus recursos para nos ajudar. Como o salmista afirma confiantemente, “Deus é […] socorro bem presente nas tribulações” (Salmo 46:1). Nosso Salvador nos ajuda ao nos dar graça para persistir, Sua Palavra para nos manter, amigos para nos encorajar e orar por nós, e dando-nos a confiança de que Ele, no fim das contas, tudo fará para que todas as coisas cooperem para o nosso bem espiritual.

Da próxima vez em que você se sentir fracassado à beira da estrada da vida, procure o seu Ajudador.

Alegre-se! O seu Deus é um Rei ajudador.

Bom dia!

As aparências enganam!

Leitura: Mateus 23:23-31
…limpa primeiro o interior… —Mateus 23:26

Uma garota no cabedeleiro: “Seus cabelos são muito saudáveis”, disse meu cabeleireiro ao cortá-los. “Espero que seja porque você usa nossos produtos.” “Não. Sinto muito”, respondi. “Simplesmente uso qualquer produto barato e com perfume agradável.” Mas acrescentei: “Eu também tento me alimentar bem. Acho que isso faz uma grande diferença.”

Quando penso nas coisas que fazemos para termos boa aparência, lembro-me de algumas das coisas que fazemos para termos boa aparência espiritual. Jesus tratou desta questão com os líderes religiosos e Jerusalém (Mateus 23). Eles seguiam um conjunto de regras religiosas bem elaboradas que iam muito além daquelas que Deus havia dado. Eles trabalhavam muito para ter boa aparência entre seus semelhantes, para provar que eram melhores que outros. Mas seu trabalho árduo não impressionava a Deus. Jesus lhes disse: “…porque limpais o exterior do copo e do prato, mas estes, por dentro, estão cheios de rapina e intemperança!” (v.25). O que os fariseus faziam para ter boa aparência aos olhos dos outros, na verdade, revelava que eles não eram nada bons.

Cada cultura valoriza diferentes tradições e comportamentos religiosos, mas os valores divinos transcendem culturas. E o que Deus valoriza não é medido pelo que os outros veem. Ele valoriza um coração limpo e motivações puras. A saúde espiritual se expressa de dentro para fora.

 

Podemos ter boa aparência externa, mas as aparências enganam.

O CRÉDITO É DE QUEM ?

05/05/2014
Dom dia, venho buscando vários resultados na minha vida, e além do crescimento espiritual! Não podemos deixar nossos objetivos de lado!
Em várias áreas de nossas vidas gostaria de destacar o reconhecimento profissional e físico!Leitura: Jeremias 9:23-26

…mas o que se gloriar, glorie-se nisto: em me conhecer e saber que eu sou o Senhor… —Jeremias 9:24

Chris Langan tem um QI mais alto que o de Albert Einstein. Moustafa Ismail tem um bíceps de 78 centímetros e consegue erguer 270 quilos. Estima-se que Bill Gates tem um patrimônio de bilhões. Aqueles que têm habilidade ou posses extraordinárias podem ficar tentados a vangloriar-se mais do que deveriam. Mas não precisamos ser altamente inteligentes, fortes ou ricos para desejarmos ficar com os créditos por nossos feitos. Qualquer tipo de realização traz consigo a seguinte questão: Quem ficará com os créditos?israelitas por meio do profeta Jeremias. Ele disse: “…Não se glorie o sábio na sua sabedoria, nem o forte, na sua força, nem o rico, nas suas riquezas” (Jeremias 9:23). Antes, “…o que se gloriar, glorie-se nisto: em me conhecer e saber que eu sou o Senhor…” (v.24). Deus queria que Seu povo apreciasse Sua pessoa e Sua excelência acima de qualquer coisa.

Imagem

Chris Langan

Imagem

Einstein

Imagem

Moustafa Ismail

Imagem

Bill Gates

Se permitimos que o louvor infle a nossa autoimagem, estamos nos esquecendo de que “Toda boa dádiva e todo dom perfeito são lá do alto…” (Tiago 1:17). É melhor dar glória a Deus — não apenas porque Ele protege nossos corações do orgulho, mas também porque Ele legitimamente a merece. Ele é Deus, Aquele que “…faz coisas grandes […] e maravilhas que não se podem contar” (Jó 5:9).

…Então quando alcançamos nossos objetivos será que no fundo pensamos que é mérito e foi por único esforço nosso?
R: Tenho plena convicção que não, pois se eu em particular não tivesse um encontro com Cristo certamente eu estaria morto juntamente com meus sonhos, por isso digo a tudo a glória é de Deus, meu trabalho, minha saúde física e mental…

Fomos criados para dar a glória a Deus.

Devocional diário.

Por que causar dor?
Leitura: Hebreus 13:17-19
Obedecei aos vossos guias […], pois velam por vossa alma… —Hebreus 13:17
Os pastores são alvos fáceis de críticas. Todas as semanas estão expostos, explicando com cuidado a Palavra de Deus, nos desafiando a viver segundo os padrões de Cristo. Mas algumas vezes procuramos encontrar algo para criticar. É fácil negligenciar todas as coisas boas que um pastor faz e nos concentrarmos apenas em nossas opiniões pessoais.

Como todos nós, os nossos pastores são imperfeitos. Então não estou dizendo que deveríamos segui-los cegamente e nunca confrontar o erro da maneira correta. Mas algumas palavras do escritor do livro de Hebreus podem nos ajudar a encontrar a maneira certa de pensarmos em nossos líderes que nos apresentam a verdade de Deus sendo líderes exemplares com a atitude de servos. O escritor diz: “Obedecei aos vossos guias e sede submissos para com eles; pois velam por vossa alma, como quem deve prestar contas…” (13:17).

Pense nisso. Diante de Deus, o nosso pastor é responsável por nos guiar espiritualmente. Nós deveríamos querer que esse fardo seja motivo de alegria e não de opressão. Essa passagem indica que causar sofrimento ao pastor “…não aproveita a vós outros” (v.17).

Honramos a Deus e melhoramos a situação para a nossa igreja quando honramos quem Ele designou como nossos líderes. Sejamos agradecidos pela pessoa que Deus nos concedeu como pastor e vamos encorajar e apoiá-los em sua tarefa.

—JDB
“Os pastores que compartilham a Palavra de Deus precisam de uma boa palavra do povo de Deus.”

A SOBERBA

“Porque o Dia do SENHOR dos Exércitos será contra todo soberbo e altivo e contra todo aquele que se exalta, para que seja abatido;” (Isaías 2:12 ARA)

No meu convívio diário tenho contato com mais pessoas incrédulas do que cristãs. Na igreja, obviamente, a realidade é diferente; são mais cristãos do que incrédulos. O que é comum, infelizmente, é o percentual de pessoas que tem de si mesmas um conceito superior ao que deveria, ou mesmo acima do que corresponde à verdade.

Independentemente do seu conceito ou entendimento sobre o Dia do Senhor, acredite no que este texto diz com total clareza: o Senhor é contra todo aquele que se exalta. Eu tive um chefe, anos atrás, que nunca me deixou me expôr diante de clientes. Sempre que algum atrito surgia, ele dizia “não advogue em causa própria”. Isso me ensinou, pela boca daquele homem, a não arriscar ter diante de um cliente uma atitude que me fizesse parecer “o cara” para defender uma posição. O Senhor é contra esta atitude.

A humildade é elogiada e estimulada em toda Bíblia, pois é uma virtude do Reino de Deus. Podemos ser competentes, isso é ótimo. Podemos e devemos ser honestos e honrar nossos compromissos. Nossa formação acadêmica, nossos estudos e nossa cultura devem ser nossos aliados. Mas isso não deve, não pode, ser nossa bandeira ou nossa marca registrada. Simplicidade e conceito próprio abaixo do que deve são vantagens.

polegar para baixo O grande problema é que nunca conheci ninguém que fosse um pouquinho altivo. Esse caminho não tem volta e o controle não existe. Ao trilhar o caminho da soberba, quando perceber foi longe demais. Tenhamos a disposição de demonstrar, com atitudes e resultados, quem somos e do que somos capazes. Que nosso conceito público seja formado pelos outros e não por nós mesmos.

Eu sei que a turma do marketing vai dizer que é preciso vender sua própria imagem, mas todo mundo prefere contratar um competente humilde, a contratar um gênio 

insuportável. Além disso, o Reino de Deus tem seu próprio marketing…

“Pai, ajuda-me a ser mais humilde do que sou, menos altivo do que sou. Faz-me perceber quando ajo de forma inadequada para que eu possa melhorar. Ajuda-me ser mais parecido com Cristo – E Que eu seja sempre menos e o Senhor mais em minha vida.”

Mário Fernandez