Blog da célula – Foi por Amor – Grupo de comunhão.

Arquivo para a categoria ‘#Reflexão’

Completamente limpo

Leitura: 1 João 1:1-10
Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça. —1 João 1:9

Certo amigo falou-me sobre o seu ano anterior — um ano em que passara por constante tratamento médico contra o câncer. O sorriso em seu rosto era um poderoso testemunho das boas notícias que acabara de receber.
Disse-me que em seu check-up anual o médico tinha informado que todos os resultados dos testes indicavam a alternativa: “completamente limpo!” Que diferença duas palavras podem fazer! Para meu amigo, ouvi-las, significou que todo o rastro da doença que havia ameaçado sua vida meses antes tinha desaparecido de seu corpo. Alegramo-nos ao ouvir que ele estava completamente limpo!

O rei Davi, após sua falha moral com Bate-Seba, ansiava para que algo semelhante a isso acontecesse em seu coração. Esperando que as manchas de seu pecado fossem lavadas e desaparecessem, ele clamou: “Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova dentro de mim um espírito inabalável” (Salmo 51:10). Há uma maneira de lidar com os nossos pecados, e esta é boa notícia para ele e também a nós. Quando precisamos de limpeza, as palavras familiares de João trazem esperança: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça” (1 João 1:9).

Não podemos limpar nossos próprios corações, apenas Deus pode fazê-lo. Se confessarmos nossos pecados, Ele promete nos deixar completamente limpos!
Se você está agora achando que não tem errado perante Deus, peça a Ele para lhe mostar quais erros temos cometido e em sequência faça essa oração:
“Senhor meu Deus e Pai sei que sou fraco e falho, e estou buscando melhorar, pequei contra o senhor e ou pessoas, me arrependo dos meus atos, minhas atitudes e até os pensamentos que muitas vezes  não tem te onrado, perde minhas falhas e eu a partir de hoje irei ser melhor para te glorificar, aceite minhas orações em nome de JESUS, AMÉM!

Ao confessarmos nossos pecados a Deus, Ele sempre nos torna completamente limpos.
Siga em frente, e faça oque Jesus  disse ” vá e não peques mais”..
Alexandre G. Reis
@alexandregreis

Ele está sempre conosco

Leitura: 1 Tessalonicenses 4:13-18
…estaremos para sempre com o Senhor. Consolai-vos, pois, uns aos outros com estas palavras. —1 Tessalonicenses 4:17-18

Amo as palavras sempre e nunca. São carregadas de esperança! Gostaria de pensar que poderia estar sempre feliz e que a vida nunca me decepcionaria. Mas a realidade diz que eu nem sempre serei feliz e aquilo que espero que nunca aconteça um dia poderá tornar-se realidade. Portanto, por melhores que soem essas palavras, elas lutam para corresponder ao seu potencial — a não ser que você esteja pensando na promessa da presença de Jesus.

Jesus disse a um grupo de discípulos atribulados que temiam enfrentar a vida sozinhos, “…estou convosco todos os dias…” (Mateus 28:20). O escritor do livro de Hebreus nos lembra do que Jesus disse, “…De maneira alguma te deixarei, nunca jamais te abandonarei. Assim, afirmemos confiantemente: O Senhor é o meu auxílio, não temerei…” (Hebreus 13:5-6). E o apóstolo Paulo garante aos cristãos que após a morte “…estaremos para sempre com o Senhor” (1 Tessalonicenses 4:17). Que encorajador!

Não importa o quanto sua jornada possa ser assustadora hoje ou o quanto nosso futuro possa parecer desesperançoso, a segurança de Sua presença infalível pode nos suprir coragem e consolo para que cheguemos ao fim. E o melhor de tudo, quando esta vida tão curta acabar, estaremos para sempre com Ele. Não é surpresa que Paulo nos encoraja: “Consolai-vos, pois, uns aos outros com estas palavras” (v.18).


O nosso consolo é a confiança que temos na presença de Deus.

Tenham uma ótima semana e pense que os desafios podem ser muitos mas clame pelo consolador que é nosso amigo Espírito Santo.

Alexandre G. Reis.
@alexandregreis
rbc.org

Escolhas que mudam nossa vida

Leitura: Isaías 41:8-14
…não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou o teu Deus… —Isaías 41:10

A decisão do atleta campeão Eric Liddell de não correr no domingo nos Jogos Olímpicos de 1924 não foi difícil, pois ele acreditava profundamente que o Dia do Senhor era para adoração e descanso.

Liddell enfrentara um dilema mais agonizante um ano antes, quando fora convidado para falar sobre sua fé em Cristo a um grupo de mineradores de carvão. E a respeito de seu conflito, ele disse: “Em toda a minha vida mantive-me longe das tarefas públicas, mas a orientação de Cristo desta vez foi em direção oposta, e eu me encolhi, não querendo ir adiante. Mas finalmente decidi colocar tudo em Cristo — afinal de contas, se Ele me chamou para fazê-lo, Ele teria que suprir o poder necessário. Ao ir adiante o poder me foi concedido.”

No dia seguinte após concordar em compartilhar publicamente sua fé, Eric recebeu uma carta de sua irmã, Jenny, que estava na China. Escrita semanas antes, terminava com este versículo das Escrituras: “…não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou o teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a minha destra fiel” (Isaías 41:10).

Todo chamado de Deus é uma oportunidade para dizermos “Sim”, confiando na força dele e não em nossa própria.
Reflita, o que tem te impedido de compartilhar sua fé?

Fiel é o que vos chama, o qual também o fará. —2 Tessalonicenses 5:24

Alexandre G. Reis
@alexandregreis

extraído de : rbc.org

Fé com obras

Leitura: Tiago 2:14-26
“Meus irmãos, que aproveita se alguém disser que tem fé, e não tiver as obras? Porventura a fé pode salvá-lo? E, se o irmão ou a irmã estiverem nus, e tiverem falta de mantimento quotidiano, E algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquentai-vos, e fartai-vos; e não lhes derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito virá daí?
Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma. Mas dirá alguém: Tu tens a fé, e eu tenho as obras; mostra-me a tua fé sem as tuas obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras. Tu crês que há um só Deus; fazes bem. Também os demônios o crêem, e estremecem. Mas, ó homem vão, queres tu saber que a fé sem as obras é morta?
Porventura o nosso pai Abraão não foi justificado pelas obras, quando ofereceu sobre o altar o seu filho Isaque?
Bem vês que a fé cooperou com as suas obras, e que pelas obras a fé foi aperfeiçoada. E cumpriu-se a Escritura, que diz:
E creu Abraão em Deus, e foi-lhe isso imputado como justiça, e foi chamado o amigo de Deus.
Vedes então que o homem é justificado pelas obras, e não somente pela fé.
E de igual modo Raabe, a meretriz, não foi também justificada pelas obras, quando recolheu os emissários, e os despediu por outro caminho?
Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta.

Assim, também a fé, se não tiver obras, por si só está morta. —Tiago 2:17

Por causa de sua artrite, Rogério já não podia aguentar os invernos do estado de Illinois, EUA, e mudou-se para Bancoc, Tailândia. Certo dia, lembrou-se da canção favorita de sua avó, “O que você é”: O que você é fala tão alto que o mundo não consegue ouvir o que você diz; todos olham para sua caminhada, sem ouvir o que você diz; julgam suas ações todos os dias.

Esta canção incitou Rogério a alimentar os desabrigados que ficavam a uns seiscentos metros da estrada. Todas as manhãs, ele servia refeições quentes para mais de 45 famílias. Anos mais tarde, uma das desabrigadas conheceu Jesus como Salvador e procurou Rogério para agradecê-lo por apresentá-la ao amor de Cristo.

No livro de Tiago, nos é dito claramente que a fé, sem obras, é morta (2:17). Não significa que as obras resultarão em fé, mas que as boas obras comprovarão que a nossa fé é verdadeira. É fácil dizer que acreditamos em Deus, mas apenas nossas obras podem provar a veracidade de nossas palavras. Abraão foi um exemplo deste fato.
Ele não apenas falou sobre a sua fé, mas a demonstrou por sua disposição de abrir mão de seu único filho em obediência a Deus (Tiago 2:21-24; Gênesis 22:1-18). E Isaque foi poupado.

Hoje, como podemos demonstrar ativamente o nosso amor e confiança em Deus?
Não importa a fé e as obras; a questão não é fé ou obras, é sobre a fé demonstrada em obras.

Bom dia e bora pra obra!!

Alexandre G. Reis
@alexandregreis

Texto extraído de rbc.org

 

Qual engano está nos afastando de Deus ? (REFLITA)

A essência do engano é acreditar que existe outro caminho além do caminho de Deus. Após, Eva começa a duvidar da Palavra de Deus e da própria bondade de Deus, pois Deus a teria privada do “bom” fruto da árvore proibida. Depois da dúvida, surge o que Tiago chama de concupiscência (Tiago 1:14) – um desejo descontrolado.
Em seguida, vem a desobediência, a culpa e, por fim, Adão e Eva se escondem de Deus.

Abaixo, seguem dois diagramas onde podemos ver o caminho da morte e da vida:

Por que você se sente assim? Porque você faz as coisas que você faz. E por que fazemos as coisas que fazemos? Porque queremos as coisas que queremos. Porque acreditamos em um engano.

John Piper afirma que sempre que pecamos estamos acreditando em algum engano do pecado. Lembre-se disto, pois aqui está uma chave de lutarmos contra o pecado: precisamos identificar as mentiras do pecado que estamos acreditando e nos encher da verdade de Deus, das promessas de Deus.

Por exemplo, a pornografia promete prazeres eternos, mas na realidade eles são efêmeros (sem contar inúmeras outras mentiras). Logo, uma das formas de lutar contra o vício em pornografia é nos agarramos a promessa de que “bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus” (Mt 5:5) e que “na tua [Deus] presença há plenitude de alegria, na tua destra, delícias perpetuamente” (Sl 16:11). Será que cremos nisso ao ponto de rejeitarmos os prazeres temporários e pecaminosos da carne, para nos deleitarmos em Deus? Você consegue ver como a incredulidade está na raiz de todo pecado? Muitas vezes entendemos que somente um não cristão é um incrédulo – e em certo sentido isso é verdadeiro -, mas veja como há várias áreas de nossas vidas que também nos comportamos assim.

Então, lembre-se: ao pecarmos estamos acreditando em algum engano. Identifique qual é e lute com as promessas de Deus.

Para a glória de Cristo e o bem da Igreja,

Fonte: Voltemos ao Evangelho.Vinícius Musselman Pimentel

Alexandre G. Reis
@alexandregreis

G.O.D. Alcance o Mundo! | Dia de Evangelização Global

E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as gentes, e então virá o fim. Mateus 27.14

Quero te convidar a criar uma estratégia para esse dia, veja o vídeo e faça sua parte!!!

Aquele que testifica estas coisas diz: Certamente cedo venho. Amém. Ora vem, Senhor Jesus. Apocalipse:20:20

Siga-me no Twitter :


@alexandregreis

Fale na CARA! converse face a face!

  Gálatas 2:11-21
“Quando, porém, Cefas veio a Antioquia, resisti-lhe face a face, porque se tornara repreensível.” — Gálatas 2:11

Será que os avanços tecnológicos na comunicação nos deixaram incapazes de confrontar as pessoas adequadamente? Afinal de contas, agora os empregadores podem enviar cartas de demissão por e-mail. E as pessoas podem criticar outras no Facebook e no Twitter, em vez de falar face a face. Talvez seja melhor colocar tudo isso de lado e imitar a maneira como Paulo se comunicou com Pedro quando eles discordaram.

Paulo teve de confrontar Pedro por ter comprometido a graça (Gálatas 2:11-16). Pedro vinha tendo comunhão com os gentios, mas, quando chegaram os judaizantes (que criam que os pecadores são salvos através de Jesus e da obediência à lei de Moisés), Pedro separou-se dos gentios. Ele os deixou de lado isolados, embora professasse ter união com eles. Vendo essa hipocrisia, Paulo, em amor e com entusiasmo, confrontou Pedro face a face por este se acovardar diante de um sistema legalista incapaz de transformar vidas. Com vigor, ele lembrou Pedro de que a graça leva à libertação da escravidão do pecado e à obediência a Deus.

Ter conversas corajosas com outros cristãos pode ser difícil, mas elas promoverão a pureza e a unidade. Podemos exercitar nossa responsabilidade mútua de falar a verdade em amor (Efésios 4:15) andando no poder do Espírito Santo.

Nosso Pão Diário –  16 de maio de 2012.

Visita ao Orfanato

Em breve irei postar aqui algumas informações para possiveis doações para o orfanato que sobrevive de ajuda atraves de doações.

Mente limpa, boca limpa, coração puro!

Todas as coisas são puras para os puros, mas nada é puro para os contaminados e infiéis; antes o seu entendimento e consciência estão contaminados.
Tito 1:15
#reflexão
Quem é puro e ingênuo mantenha-se assim pois é muito melhor que os “outros” achem que você é bobo por não conhecer certos pecados do que conhecer os próprios erros cometidos e viver se arrependendo do que foi feito e lamentando pelo resto da sua vida.
As pessoas impuras são tão contaminadas que por serem infiel acham que todos são infiéis, esse tipo de pessoa por ser mentirosa acha que todos são mentirosos e é assim pois tudo que elas condenam nos outros é o reflexo interior de suas corrupções e lutas interior.
#fikaDica
1º Sejamos puros, mantendo nossa mente limpa.
2º Não Julgue o próximo “tire antes o pedaço de pau no seu olho primeiro para depois tentar tirar  o cisco do olho do seu amigo / irmão”
3º Reflita seus julgamentos sobre as pessoas, pois podem ser meros reflexos das coisas que você mais ideia em você mesmo!

Alexandre Reis
@alexandregreis

O que Jesus não fez ?

Nós normalmente antes de conhecer a Jesus somos considerados incrédulos (sem fé nEle),  e na maioria das vezes questionamos, pelo menos comigo foi assim: Pensei que se Jesus fosse mesmo filho de Deus ele não precisasse de sofrer nada do que ele sofreu, eu pensava que as dores da cruz seriam mais fáceis de suportar para o FILHO DE DEUS (honestamente pensava em tom de zombaria)… em fim achava que Jesus era apenas uma pessoa comum e ou um sábio que soube transmitir seus ideais, mas quando eu o conheci aceitando-o, as coisas mudaram mas os questionamentos não!
Eu comecei a pesquisar, orar e ler a Bíblia.
“Alimente sua FÉ e as suas dúvidas morrerão de fome!”
Ao começar a leitura dos evangelhos pude notar o quanto poderoso era Jesus nos seus feitos, e não tinha como duvidar pois ele fez comigo coisas semelhantes, por exemplo: Eu era cego espiritual, passei a enxergar, eu era surdo da mesma maneira comecei a ouvir, e Deus me mostrou como Jesus operava na minha vida me libertando da mentira que eu vivia e ainda hoje ele vem trabalhando na minha vida.

 Mas o que Jesus não fez?

1º Jesus Não exigiu que Sua vontade fosse feita.
todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres.” Mateus 26:39 c.
2ª Não Rogou que legiões de anjos viessem resgata-lo.
Ou pensas tu que eu não poderia agora orar a meu Pai, e que ele não me daria mais de doze legiões de “anjos? Mateus 26:53

3º Não defendeu-se nem ameaçou seus acusadores.
E, sendo acusado pelos príncipes dos sacerdotes e pelos anciãos, nada respondeu.
Disse-lhe então Pilatos: Não ouves quanto testificam contra ti?
E nem uma palavra lhe respondeu, de sorte que o presidente estava muito maravilhado.
Mateus 27:12-14

4º Não salvou a si mesmo.
E da mesma maneira também os principais dos sacerdotes, com os escribas, diziam uns para os outros, zombando: Salvou os outros, e não pode salvar-se a si mesmo.” Marcos 15:31
5º Não desceu da cruz.
“O Cristo, o Rei de Israel, desça agora da cruz, para que o vejamos e acreditemos. Também os que com ele foram crucificados o injuriavam. ” Marcos 15:32

6º Não parou de amar e salvar os pecadores mesmo na pior situação dEle.
“E disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no Paraíso. “
Lucas 23:43

Fato é que Jesus poderia ter feito todas essas coisas citadas acima, ele poderia ter usado seu poder para seu próprio proveito, mas ele nos ensina o tempo todo a ser humilde e a servir o próximo, ele foi coerente em seu ministério, não usou seu poder para sua gloria mas sim para beneficio do próximo (nós)!  veja o que diz em Hebreus 4:15-16 “Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado. Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno.”
Ele passou por tudo que poderíamos passar mas com uma diferença ele não pecou, mas foi tentado como somos tentados e nos mostrou que é possível chegar na graça de Deus através de Jesus e não importa qual seja sua  dificuldade de vencer, clame a Jesus pois ele sabe como se livrar de cada acusação, indignação, necessidade.

A paz seja com multiplicada em nossas vidas.

Alexandre Gomes Reis

@alexandregReis . http://www.foiporamor.wordpress.com