Blog da célula – Foi por Amor – Grupo de comunhão.

“Pelo contrário, ajuntem riquezas no céu, onde as traças e a ferrugem não podem destruí-las, e os ladrões não podem arrombar e roubá-las” Mateus 6:20

Um dia, certo pastor foi chamado para dirigir um culto fúnebre. Na mesma hora, ele avaliou mentalmente as poucas roupas que possuía em seu guarda roupa e concluiu que precisaria providenciar um terno escuro, mais apropriado à ocasião. Porém e infelizmente, ele não tinha dinheiro para comprar e, por isso, decidiu procurar uma loja de roupas usadas para tentar achar algo apresentável.

Foi um prazer inesperado encontrar um terno preto que era exatamente o seu número, em bom estado e com um preço baixo. Sem demora, o pastor resolveu comprá-lo. Enquanto pagava, intrigado perguntou ao vendedor qual era o motivo da loja vender uma mercadoria tão boa a um preço tão razoável? O funcionário, muito sincero, mas totalmente sem graça, confessou que todos os ternos que eram vendidos ali vinham diretamente de uma agência funerária, que os usava nos defuntos, “desvestindo-os”, um pouco antes do sepultamento.

Quando soube a verdade, o pastor hesitou se devia ou não adquirir uma roupa que um morto já usara, mas também considerou que não havia chance de alguém descobrir seu pequeno segredo. Esse último pensamento bastou para convencê-lo, e ele levou o terno.

Quando a cerimônia fúnebre estava na metade, enquanto falava distraidamente o pastor procurou enfiar a mão no bolso da calça e, depois de algumas tentativas infrutíferas, percebeu que o terno não havia bolsos.

Está história contem uma lição prática e inestimável: para onde todos iremos um dia, dinheiro, carteiras, bolsos e bens são inúteis. Mesmo a pessoa que consegue acumular uma enorme fortuna não encontrará nisso razão para viver.

Quando nossa vida estiver chegando ao fim, ao olharmos para trás, não daremos tanto valor às terras que adquirimos aos imóveis que compramos, à poupança que acumulamos. Ao avaliarmos o passado, o que nos deixará imensamente felizes e realizados é constatar que formamos uma família estável, unida e envolvida pelo amor de uns pelos outros. Isso nos dará a certeza de que a nossa vida realmente valeu a pena.

 Texto complementar Bíblia da Família Estudos de Jaime e Judith Kemp

    Em mundo em que seu valor está sendo medido de acordo com a roupa que veste, com o carro que tem ou até mesmo com o bairro onde mora como deparamos com o fim da vida diante dessas coisas?

    Será que alguma delas vai com você para a vida pôs morte?

    Que tipo de tesouro você está almejando? Na bíblia fala em Mateus 6:21 que onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração; isso nos leva a pensar se o nosso coração está nas coisas de Deus ou nas coisas que o mundo determina.


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: